Quinta de Tourais

Portugal

Douro

Cambres

Fernando Coelho

Factor XPTO: Fernando Coelho e os vinhos de não altitude

Fernando Coelho em direto:

A Quinta de Tourais está na minha família há 4 gerações, desde 1940. Remonta à altura da fundação de Portugal, bem como à presença dos monges da Ordem de Cister desde o século XIII. A minha primeira vindima com vinhos engarrafados foi em 1999. Nessa data, o meu conceito de vinhos era bastante diferente, mais focado em vinhos muito extraídos, com mais madeira, mais cor e com mais corpo!

Ao longo destes 23 anos, a minha forma de encarar os vinhos mudou. A principal preocupação, desde então, é a vinha, o respeito pela mãe natureza e a menor intervenção possível, que começa pela vinha e culmina na adega. Atualmente, conseguimos definir um modo de produção de vinho que se torna também uma forma de vida.
Com uma produção de 15’000 garrafas anuais, conseguimos ter, atualmente uma média de 14 referências de vinhos, que nos permitem fazer aquilo que nos dá prazer, sem corromper o terroir e a edificação Duriense respeitando o conceito inicial, pouca produção mas com especial diferenciação.

Definimo-nos como produtores de baixa altitude. Situamo-nos a 100m apenas, o que obriga a um intenso cuidado na maturação das uvas, tendo sempre como objetivo a mínima intervenção em adega!
A pensar neste novo conceito, replantamos uma vinha nova, com castas menos usuais no Douro, que definem claramente o caminho que queremos seguir. Vinhos mais leves e frescos, mas com bastante intensidade, que marcam igualmente o terroir do Douro numa vertente mais natural e leve, mostrando que esta região permite uma imensa diversidade de estilos de vinhos.”

Contactos

Voltar