menina d’uva

Portugal

Trás-os-Montes

Uva

Aline Martins Domingues

Fator XPTO: Encantada pela vida rural do Planalto Mirandês

Aline na 1ª pessoa:

“Uva é uma aldeia de 40 habitantes, abrigada no côncavo das montanhas, cercada por pombais, e onde os habitantes cultivam pequenas parcelas de vinha e fazem vinho para consumo próprio. 

menina d’uva é o projeto que iniciei em 2017. Troquei Paris pela aldeia dos meus pais, Uva, por amor à terra, às vinhas e à vida rural. Hoje, e depois de, dificilmente, ter convencido os habitantes, alugo 10 pequenas parcelas de vinhas velhas (3 ha no total). As vinhas têm entre 40 e 100 anos de idade, e têm uma mistura de castas tradicionais da região. Variedades esquecidas, profundamente adaptadas ao clima e ao solo. A 550 m de altitude, as vinhas repousam em solos de xisto ou argila e beneficiam de um clima continental, ritmado por longos invernos frios e verões muito quentes.

A viticultura é natural, uso composto para alimentar o solo e não faço nenhum tratamento (devido ao clima muito árido, é possível!). O que permite focar-me plenamente nos trabalhos de recuperação do solo e da planta. Por serem vinhas descuidadas e muito lavradas anteriormente, o trabalho de poda é mais laborioso e a restauração da vida do solo é lenta, mas fundamental para a elaboração de um vinho de terroir. Numa adega rudimentar, mas eficiente, as uvas são fermentadas pelas levaduras indígenas e com pisa a pé, sem controlo de temperatura ou aditivos. A prensagem é manual com uma prensa de madeira vertical e o estágio é principalmente em cubas de inox ou fibra.”

Contactos

Voltar