Luís Pato 2018-02-01T00:55:46+00:00

Luís Pato

Portugal

Bairrada

Sangalhos

Luís Pato

Fator XPTO: A tradição de inovar.

A família Pato produz vinho na Quinta do Ribeirinho desde, pelo menos, o séc. XVIII. João Pato começou a engarrafar vinho das suas vinhas em 1970, tornando-se o primeiro produtor-engarrafador na região da Bairrada, depois da sua demarcação.
O seu filho Luis Pato herdou o seu espírito inconformista e pioneiro, e desde a vindima de 1980 que tomou conta da Quinta. O vinho dessa primeira vindima é de uma qualidade excepcional e raridade absoluta e é procurado por apreciadores como um tesouro.
Luis Pato levou a cabo uma revolução na Adega, equipando-a de forma a permitir a criação de vinhos com um estilo moderno, sem negligenciar o carácter das castas tradicionais. Mas não foi só um inovador nesta conversão. Adoptou uma atitude profissional como produtor, desenvolvendo uma estratégia de marketing corajosa e dinâmica, captando a atenção dos mercados internacionais para o vinho que produz, bem conhecido nos mercados europeu, americano e asiático, e sempre reconhecido como um símbolo dos Vinhos de Quinta portugueses de grande qualidade.
Hoje, a área de 60 ha de vinha combina o património da família Pato e da família Melo Campos. As vinhas usadas para a produção do vinho tinto (e espumante rosé) ocupam 64% da área, sendo que a restante produz uvas para o vinho e espumante brancos. O uso exclusivo das castas portuguesas inclui Baga, Tinto Cão e Touriga Nacional nas tintas, Maria Gomes, Bical, Cerceal e Sercialinho nas brancas.
É com esta “tradição de inovar” que Luis Pato apresenta as suas últimas criações: o Fernão Pires (tinto!), o Espumante Baga segundo o método antigo (com uma única fermentação), um vinho tinto de Baga sem qualquer adição de sulfuroso e o Pato Rebel.

Contactos

Voltar