Quinta do Infantado 2018-02-01T13:46:22+00:00

Quinta do Infantado

Portugal

Douro

Covas do Douro

Álvaro Roseira

Fundada en 1816, a Quinta do Infantado celebrou em 2016 duzentos anos de existência. Duzentos anos! Não é simplesmente… data que se comemore todos os anos.
Estabelecida para o Infante D. Pedro (daí o seu nome), futuro Rei D. Pedro IV de Portugal e Pedro I do Brasil, está na posse da família Roseira desde 1904. Localiza-se a 4 km do Pinhão, no terroir único do Vale de Gontelho, micro região desde há muito famosa pela qualidade dos seus vinhos.
São 46 hectares de vinha 100% letra A, a mais alta classificação oficial, 12 em viticultura biológica e 34 em cultivo sustentável, solos xistosos e pobres. As vinhas resultam da seleção massal de mais de 20 castas durienses, entre brancas e tintas, plantadas em todas as exposições e a altitudes variadas. É esta diversidade vitícola que permite à Quinta do Infantado fazer, sem manipulação, tantos vinhos diferentes.
Baseando-se nos conceitos de terroir e vigneron a Quinta do Infantado inovou, em 1979, ao tornar-se o primeiro produtor engarrafador de Vinho do Porto, quebrando, desta forma, o monopólio dos negociantes de Vila Nova de Gaia.
Os vinhos do Porto são menos doces (caráter meio-seco) devido a uma fermentação mais longa, o que permite a obtenção de mais álcool natural e menor adição de aguardente. Resultado: Portos mais vinosos e leves, mais aptos para a mesa. Em 2001 surgiu o primeiro vinho tinto DOC Douro. Quinta do Infantado em três palavras: equilíbrio, terroir e elegância.
Há 3 programas turísticos, disponíveis sob marcação prévia para quem queira conhecer todos os segredos desta quinta histórica.

Contactos

Voltar