Orquestra Fina 2018-02-07T19:51:59+00:00

Orquestra Fina

Portugal

Porto

Orquestra Fina

A Orquestra Fina aparece como um penso rápido, ou melhor ainda, uma tatuagem que tapa e resolve uma minha vontade e necessidade iminente em usar a voz, o instrumento primordial, juntamente com a nossa língua mãe. E assim, dar forma, esqueleto e cabelo às minhas canções de agora, e não tão de agora.
A Orquestra é fina por tudo e por nada. Tal qual a própria palavra, que num caso pode significar a descrição da volumetria da cintura de uma bailarina e noutro simplesmente… adjectivar aquele ou aquela que levanta o dedo enquanto segura a xícara do chá. Se dito com um certa ironia, pode até significar exactamente o contrário, e, com outro acento e entoação, também serve para descrever o vigarista de esquina ou o Chico esperto do lado.
A Orquestra Fina é isto tudo. Muitos mundos num só. É este jogo dos vários significados da mesma palavra ou do mesmo grupo de 3 notas musicais.
É, no meu pensamento e desejo, uma celebração e contributo para essa bebida tão espirituosa, humanista e reconfortante que já tantos músicos e poetas tão bem destilaram.
Rui Teixeira, 2015

Rui Teixeira – voz, guitarra, saxofones, música + letras | Catarina Valadas – voz e flauta | Luís Ribeiro – guitarra | Hugo Raro – piano e teclados | José Carlos Barbosa – baixo eléctrico e voz | Marcos Cavaleiro – bateria

Contactos

Voltar