Casa de Mouraz 2018-02-02T16:27:05+00:00
Sara Dionísio e António Lopes Ribeiro

Casa de Mouraz

Portugal

Dão

Tondela

Sara Dionísio e António Lopes Ribeiro

Fator XPTO: Casa de Mouraz: Perigo! Inflamável! Rising from the ashes!

A Casa de Mouraz nasceu em 2000, quando trocámos Lisboa por Mouraz, no coração do Dão, imergindo no que se tornou a nossa aventura em família: o projecto de viticultura sustentável e produção de vinhos autênticos e naturais, que respeitem e exprimam toda a riqueza do seu terroir de origem. Mouraz é o lugar de nascimento do António, aldeia onde a sua família cultiva vinhas de uma forma ecológica há várias gerações. É também o lugar onde os monges cistercienses edificaram um pequeno mosteiro há vários séculos atrás, um dos raros exemplos existentes no Dão, tão importante para a vinha e do vinho, nesses tempos remotos.
A quinta está dispersa por várias parcelas de vinha com diferentes solos, altitudes e envolvências, num total de 25 hectares. Vinhas velhas, 50 a 80 anos, e vinhas novas entre pinheiros, carvalhos, castanheiros e sobreiros, em colinas suaves recortadas por pequenos ribeiros. Nos solos predomina o granito, com altitudes entre 200 e 400 metros. As castas são portuguesas e típicas do Dão: Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro, Jaen, Água Santa ou Baga, nos tintos; Encruzado, Malvasia Fina, Bical e Cerceal, nos brancos. Todas as vinhas são cultivadas de forma ecológica, sendo certificadas pela Ecocert desde 1996. Desde 2006 utilizamos preparados e práticas biodinâmicas.
As vinificações são feitas por vinhas, normalmente com castas misturadas, procurando a essência de cada terroir. Feitos da forma mais natural possível, preferencialmente fermentações espontâneas, de forma a respeitar ao máximo a matéria-prima: a uva. Em cada colheita o vinho conta uma história diferente feita de muitas estórias, onde entram as vinhas, as uvas, o solo, as paisagens em volta, o clima, o trabalho do homem e o seu amor à terra, as suas estórias pessoais, as intempéries, os imponderáveis…
Em 2008 iniciámos o projecto AIR – António Lopes Ribeiro, produção de vinhos fora do Dão, sempre respeitando os mesmos princípios. Actualmente são produzidos vinhos nas regiões do Vinho Verde (Vale do Lima) e Douro (Douro Superior).

Contactos

Voltar